terça-feira, 10 de janeiro de 2012

MSX-ALL Repository

O ano de 2012 mal começa e o Time da MSX-ALL já nos brinda com grandes novidades!

Acaba de ser inaugurado na MSX-ALL Network, o serviço integrado MSX-ALL Repository (http://repository.msxall.com). A intenção deste serviço é oferecer um local para acesso unificado e simplificado aos (infelizmente poucos) servidores de FTP que ainda oferecem algum material de MSX. Além disso, este serviço implementa o acesso direto e organizado a todos os conteúdos disponíveis para download nos sites sobre MSX hospedados nos servidores da própria MSX-ALL.

quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

Curso de Introdução ao Assembly Z80

Com enfoque direcionado ao MSX

Este mês foi lançada a tão esperada Primeira Fase do Curso de Introdução ao Assembly para o MSX. O curso está em Português e livremente disponível em http://university.msxall.com/course/view.php?id=2 (aproveitem para divulgar).

Este curso foi construído do zero, e idealizado para usar uma linguagem diferente (mais simples e dinâmica) pela qual se ensinam até mesmo os temas mais técnicos sem sobrecarregar a cabeça de quem lê. E o enfoque principal desta Primeira Fase é criar a base de conhecimento necessária para que qualquer pessoa, mesmo sem conhecimentos avançados de computação, possa se aventurar e programar em Assembly no MSX.

quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

Memory Mapper

A Expansão de Memória Oficial do MSX

Quem curte MSX com certeza já ouviu falar da Memory Mapper. Em 1984, quando o MSX foi lançado, o padrão previa que os micros poderiam ter entre 16Kb e 64Kb de memória RAM (este limite de 64Kb era impetrado pelo processador central, o Z80). Entretanto, já em 1986 este limite precisava ser superado, e assim o modelo de memória do MSX foi (re)definido e a Memory Mapper oficializada para o padrão.

Com o advento da Memory Mapper, os novos MSX 2.0 chegaram ao mercado já com 256Kb de RAM, e com a possibilidade de alcançar o incrível montante de 4Mb de RAM (por Mapper), que era algo quase inimaginável naquela época.

Com esta nova capacidade de memória o MSX ganhou jogos muito mais ricos e detalhados, além de programas muito mais poderosos como o MSX-DOS 2, que foi lançado no final de 1988 trazendo suporte a Hard Disk e diversas inovações importantes como Drive Virtual, sub-diretórios e uma estrutura funcional que se assemelhava muito ao MS-DOS 3.3 (lançado para o PC quase na mesma época).

Entretanto, muito misticismo e até alguma confusão sempre se formou em torno da Memory Mapper, e por mais que muito tenha sido dito, pouco realmente foi ensinado sobre ela e seu funcionamento. Curiosamente, o manuseio da Memory Mapper é extremamente simples, rápido e eficiente, e é isso que o artigo aqui apresentado pretende demonstrar.

Para saber mais sobre a Memory Mapper, como programá-la e usá-la (inclusive no Basic), visite o artigo completo com explicações as detalhadas, diagramas de memória e programas exemplo em MSX-ALL Wiki.

Links Importantes: